Desculpe, mas você não pode ser preparar para tudo.

Tsunami-Surfing

Não quero ser pessimista e nem conformista. Mas por mais que queira é impossível sobreviver a tudo. Há alguns tipos de desastres naturais e/ou crises nacionais/internacionais que nunca se estará suficientemente preparado. Se tais determinados eventos ocorrerem, não importa o quanto esteja preparado, equipado, capacitado e treinado, não vai ser o suficiente.

Meteoro colidindo com a terra, enchentes como da região serrana do Rio de Janeiro, mega Tsunami em sua direção, explosão solar, apocalipse zumbi aliénigena mutante? É game over, você não pode querer se preparar à partir desse ponto.

Você sabe por que?

Porque esses eventos provavelmente não vão acontecer. E mesmo  que aconteçam, não há nada que se possa fazer ou poderia fazer de forma a aumentar as chances de sobrevivência.

Não só isso, mas há muitas coisas ruins mais prováveis de acontecer;  eventos em que as chances de sobrevivência são maiores, e são esses que deve concentrar os esforços de preparação.

Quando se trata de preparação, você precisa ter suas prioridades bem definidas em cima de riscos já analisados. O MODELO WESTFALIAN DE GESTÃO DE RISCO Ou seja, quando se prepara para situações de emergência,  foque em primeiro lugar, em eventos mais prováveis de  vir a ocorrer.

Por exemplo. Mais provável sofrer um corte, escoriação, pancada, escorregar do que levar uma picada de cobra numa trilha, mesmo que o local seja habitat de ofídios.  Acaba que focar em querer conseguir o soro antiofídico, sendo que o mais provável de usar é gaze, atadura e esparadrapo. Ou seja, porque se preocupar em querer carregar soro antiofídico se é bem provável que não vá usa-lo em comparação aos demais itens de primeiros socorros.

E mesmo que diga “Melhor ter e não precisar do que precisar e não ter”.  Bem provável que esteja acompanhado nessa trilha, ou caso esteja sozinho conheça bem o local. Além de ser relativamente próximo a um centro urbano e seu celular vai estar com você, o que lhe permite chamar por socorro, diferente se for para local inóspito, com grande incidência de ofídios e sem chance de chamar socorro. (estou usando esse exemplo de forma bem genérica)

E há uma boa razão para isso: é evidente que existe alguma utilidade na preparação para o muito improvável, neste caso, uma picada de cobra quando se está sozinho sem ajuda, e não há possibilidade de poder contar com alguém que  e chame socorro ou o leve para o hospital mais próximo. Há alguma utilidade na preparação para essa situação específica, porque há uma chance muito pequena que vá acontecer em situação “””””normais””””.

E uma vez que não há nenhuma maneira de se preparar para absolutamente tudo o que possa acontecer, seria sensato  colocar os esforços em preparar para as situações muito mais prováveis: falta de água, alagamentos, enchentes, protestos, perda de emprego, etc.

É praticamente inviável estar preparado, equipado e treinado para toda e qualquer tipo de situação que possa a vir a acontecer.  Ter tempo para fazer cursos de saúde, engenharia e tecnologia, tempo par treinar, participar e criar simulados, compra de equipamentos, suprimentos, estoques, etc. Fora que a residência além de estar lotada de suprimentos, vai ter oficinas de marcenaria, mecânica, metalurgia, eletro-eletrônica, CTI, enfermaria e o que a imaginação deixar e principalmente a grana permitir..

Prepare-se para o pior. Prepare-se para a mais provável.

E então mantenha  essas prioridades.

Mesmo que tenha um bunker de fazer inveja a presidência americana com uma cidade subterranea dos sonhos não vai adiantar muito caso a superfície seja atingida por um super meteoro ou explosão solar de fritar satélite. De quase nada vai surtir efeito. Mas em quanto isso não acontece, , há muitos mais riscos que0 você, sua cidade, ou até mesmo o seu país, estão expsotos, riscos mais reais, que você pode se preparar de forma mais eficaz.

 

P.S: Esse texto foi baseado nessa postagem.

You Can’t Prep to Survive Everything

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s